Como colocar suas músicas no Spotify e ganhar dinheiro com isso

101975-como-colocar-suas-musicas-no-spotify-e-ganhar-dinheiro-com-isso-entrega-3006-18h

Como colocar suas músicas no Spotify e ganhar dinheiro com isso

17:49 03 julho in Direito Autoral
0 Comentários

O Spotify é uma ferramenta incrível para ouvir os álbuns clássicos dos seus artistas preferidos e conhecer bandas novas que não aparecem na mídia tradicional.

Para o artista iniciante, é uma ótima maneira de divulgar seu trabalho e ainda ganhar dinheiro com isso. Com um custo muito baixo, sua música fica disponível para milhões de ouvintes.

Você é um artista ou tem uma banda independente e quer colocar músicas no Spotify sem ter que apelar a uma gravadora? Vamos te explicar detalhadamente como fazer, além das vantagens do serviço de streaming para novos músicos. Confira!

Como colocar músicas no Spotify?

Escolha uma distribuidora

O primeiro passo para disponibilizar suas canções na plataforma é procurar por uma distribuidora. Ela é o intermediário entre o artista e as plataformas de streaming, como YouTube, Deezer e o próprio Spotify. É por meio dela que você começa a ganhar dinheiro com sua música.

O próprio aplicativo recomenda algumas, chamadas de aggregators:

Todas essas empresas cobram uma taxa para começar a distribuição da sua música. Porém, você pode fazer isso de forma gratuita por meio da ONErpm, que cobra um valor de 15% em cima do que você receber quando os ouvintes começarem a ouvir seu trabalho no Spotify.

Analise os sites de todas as distribuidoras e veja em qual delas seu perfil se encaixa mais.

Disponibilize seu álbum

Depois de escolher, entre no site da distribuidora, faça seu cadastro e associe seu CD a ela. Mesmo que haja apenas uma música, ela será trabalhada como single, então você precisa colocar todas as informações como se fosse em um álbum.

Insira nome do álbum e do artista (ou artistas), gênero, compositores, data de lançamento e todas os dados pedidos. Se você não tiver código de barras, a própria distribuidora cria um para sua obra.

Atenção: a maioria das plataformas de streaming proíbe o uso comercial de músicas que não sejam totalmente suas. 

Depois disso, é hora de fazer o upload do arquivo. É importante que a música esteja em formato WAV, pois formatos como MP3 ou de menor qualidade não serão aceitas.

Insira também a capa do seu CD, que deve ter pelo menos 72 dpi. Imagens muito pesadas provavelmente não vão carregar, portanto insira arquivos leves.

Selecione as plataformas de streaming

Está com o álbum pronto e associado à distribuidora? Agora é a hora de selecionar as plataformas que vão compartilhar sua música. No caso da ONErpm, você pode colocar músicas no Spotify, YouTube, Deezer e na loja da própria empresa gratuitamente, ou adquirir um pacote premium para uma distribuição mais abrangente.

Em média, sua música demora de sete a 30 dias para ficar disponível nos serviços de streaming. Depois desse tempo, pronto: você já pode ouvir seu som e compartilhar nas suas redes sociais.

Faça sua conta no Spotify for Artists

O Spotify for Artists é o espaço reservado para que artistas gerenciem suas músicas na plataforma. Faça seu cadastro usando sua conta de ouvinte ou usando o perfil no Facebook.

Em “role”, escolha “artist” e comece a criar o seu perfil usando o campo de busca para procurar e vincular seu álbum. Depois de confirmado que o álbum realmente pertence a você, sua página recebe um selo de verificação.

O Spotify for Artists oferece vários benefícios. Com ele, dá para ter noção do perfil do seu ouvinte (faixa etária, gênero, região) e por meio de quais playlists e está ouvindo seu som.

Com essas informações, fica mais fácil criar uma estratégia de direcionamento de carreira. Você também poderá fazer alterações na página, como inclusão e mudanças de imagens.

Como monetizar no Spotify?

Assim que sua música passa a ser tocada na plataforma, você começa a ter lucro. O Spotify paga menos que serviços como Deezer ou Tidal, mas o número de usuários é consideravelmente maior.

Segundo a própria empresa, o valor pago por cada streaming na plataforma é de US$ 0,06. Já no Brasil, ele varia de dois a 11 centavos, dependendo do plano do ouvinte (gratuito ou pago). Esse valor ainda é dividido entre artista e gravadora, que acaba ficando com a maior fatia do bolo.

Nesse caso, o músico independente ganha: caso a música seja de sua autoria, esse valor vai diretamente pra ele. As distribuidoras retiram uma porcentagem (que costuma variar de nove a 25%) em cima dos direitos autorais. 

Apesar do valor baixo, muitos músicos conseguem uma boa renda apenas com os serviços de streaming. Uma história interessante é o de Perrin Lamb, músico que ganhou 56 mil dólares com apenas uma canção de sucesso no serviço — um caso raro, mas não impossível.

Distribuidoras costumam enviar relatórios mensais com valores e execuções da sua música. Como a maior parte dessas empresas é internacional, o pagamento é, na maioria das vezes, feito via PayPal.

Quais as vantagens do Spotify para artistas independentes?

Como mencionado anteriormente, o serviço de compartilhamento de música digital possibilita que seu som seja divulgado e ouvido por milhões de pessoas em vários países. E não é exagero: o Spotify, que só perde para o YouTube como plataforma mais popular de streaming, possui 140 milhões de usuários ativos distribuídos pelo planeta.

Além disso, apesar do valor pago por execução ser baixo, o artista independente não precisa pagar uma fatia à gravadora, ou seja, fica com a maior parte do lucro.

Há também a vantagem de que há sempre usuários procurando por músicos novos ou independentes, o que pode fazer com que seu som seja muito popular nesse nicho.

Existem bandas que não seriam conhecidas se não fosse pela distribuição de músicas via Spotify. Portanto, toda sua base de fãs foi formada via streaming. Não existe “fiasco” na ferramenta, pois sua música vai ficar sempre à disposição de ouvintes curiosos e cansados dos artistas mainstream.

Gostou de saber como colocar suas músicas no Spotify e monetizá-las? Tem mais alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui no post!

No Comments

Post A Comment

Compartilhar
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkdin
Hide Buttons